Audiência das rádios de Joinville 2021 | Confira os resultados da pesquisa do IBOPE Kantar Media

A pesquisa realizada pelo Kantar Media IBOPE na praça de Joinville, em 2021, revelou os resultados no fim de novembro. 

Os números de 2021

Em seu terceiro ano de pesquisa em Joinville, o Kantar Media IBOPE revelou que a Nativa FM é a líder geral em audiência. O resultado se repetiu nos anos anteriores, dando a 103.1 FM o título de tricampeã. Mas o que isso realmente significa? Vamos aos números:

Audiência

A Nativa é líder isolada de audiência de segunda a sexta e sábados e domingos, das 8h às 19h. 

Quando destrinchamos ainda mais os horários, descobrimos que a liderança se mantém na maioria dos horários do dia.

Público

Essa é uma das categorias mais esperadas pelas rádios. Entendendo bem o público, sua faixa etária, sexo e classe social é possível adaptar os programas e campanhas de forma que agrade cada vez mais quem escuta. A rádio Nativa, como sempre foi, é uma frequência sobretudo feminina. Entre as classes AB e C a rádio predomina em Joinville. 

Quando olhamos as idades, vemos que a Nativa é a favorita de diversas faixas etárias como crianças, adultos e a população mais velha.

Tempo e alcance

Quando o assunto é comercial, esse ponto torna-se tópico principal em uma reunião para fechar um contrato. Ao entender como o público consome a rádio, entendemos a qualidade dos programas, das promoções e da própria rádio.

Quando falamos em tempo médio, é o período que o ouvinte passa na rádio sem trocar de frequência. Já o alcance é a quantidade de pessoas que ligam na rádio em algum momento. 

Cuidado: um grande alcance não significa que a rádio é amada, o que diz isso é o tempo médio. Do que adianta a pessoa ligar na rádio e não ouvir por um tempo mínimo?

Confira os números da Nativa Joinville:

Agora confira o alcance:

Além dos aspectos explorados aqui, a pesquisa do IBOPE Kantar Media traz vários outros pontos importantes para uma rádio. Se interessou? Então entre em contato com a nossa equipe para descobrir!

(47) 9 9709-0088

Inédito | Pesquisa analisa o consumo de rádio pelo catarinense em 2021

O catarinense tem a rádio como melhor amiga no dia a dia. É o que certifica a pesquisa da ACAERT com a Kantar Ibope Mídia, realizada em junho de 2021. A relação entre locutores e ouvintes se mostra cada vez mais intensa e segura, o que reforça a importância de uma marca estar presente no rádio. Confira alguns números interessantes para pensar estratégias de mídia.

89% dos catarinenses lembra ter ouvido algum comercial de rádio nos últimos 30 dias.

80% confiam na divulgação de produtos e serviços feitos por locutores de rádio.

40% pesquisaram ou compraram algum produto anunciado no rádio.

Tanto para uma marca que busca se fortalecer no mercado, como para uma que está começando, o rádio permite uma visibilidade qualificada e segura. No caso de 87% dos entrevistados, a rádio é mais que uma das opção de mídia, é companhia essencial no dia a dia. 

Confira 10 motivos para investir no rádio

Ainda assim há quem se preocupe em investir em mídia para rádio devido ao crescimento de streamings e outras plataformas digitais. 

Mas a pesquisa da ACAERT mostra que o catarinense segue fiel. Embora o consumo tenha ramificado, o rádio ainda é procurado. Cerca de 67% ouvem pelo rádio comum, 39% no carro, 17% no celular e 6% em aplicativos específicos. Mas deixar de ouvir? Isso não. O consumidor confia, se diverte e participa.

A ampla penetração só é possível devido a capacidade de adaptação de uma rádio. Além de estar presente de forma digital, a frequência FM e as redes sociais possibilitam uma infinidade de opções para o anunciante e ouvinte. 

Rádio é para todos os gostos, formatos e estilos de catarinense. Está esperando o que para fazer parte da rotina do catarinense? Anuncie na rádio Nativa FM!

Entre em contato com (47) 9 9709-0088 e faça sua empresa ter sucesso. 

10 motivos para anunciar no rádio

O consumo de rádio aumentou em 2021 no Brasil, é o que aponta a pesquisa do Kantar Ibope Media 2021. A pandemia não só ampliou a quantidade de ouvintes, como diversificou a forma que o público interage com as emissoras. 

Confira 10 motivos para colocar a rádio na sua estratégia de marketing:


1. Baixo valor de investimento.

As emissoras de rádio têm preços menores dos que os da televisão, jornais/revistas impressos ou até redes sociais. Um comercial de rádio varia de 10 a 30 segundos, com valores diferentes a depender do horário. O valor diferenciado é resultado do baixo custo de produção e agilidade na elaboração do comercial.


2. Agilidade

Em poucas horas você pode idealizar sua propaganda, entrar em contato com a equipe comercial e colocar o anúncio no ar. O sistema de radiodifusão permite que coisas novas sejam desenvolvidas e adaptadas rapidamente. 


3. Variedade de formatos

Se engana quem acha que rádio permite apenas um estilo de anúncio. É possível criar jingles, anunciar um sorteio, chamar os ouvintes para as redes sociais, promover um jogo ao vivo, etc. A criatividade é o limite! 

Além de produtos sonoros, as rádios estão em todos os meios. Então você pode anunciar nas redes sociais, participar de um evento, promover uma live e assim por diante. O contato com o ouvinte é dinâmico, vai depender do público e do produto ofertado.


4. Alcance

Nos últimos anos muito se falou em “morte da rádio”, como se as emissoras estivessem perdendo o seus ouvintes para as redes sociais e streamings. Mas a pesquisa do Kantar Ibope Media 2021 revela que a pandemia fortaleceu o alcance dessas estações. Cerca de 80% da população brasileira ouve rádio, ou seja, 3 em cada 5 pessoas. O crescimento é de 2% comparado com a pesquisa anterior. O estudo ainda mostrou que a região Sul do país é a que mais escuta rádio. 

Não adianta apenas ouvir, é preciso confiar.

5. Credibilidade

Outro dado revelado pela Kantar Ibope Media 2021 é o aumento da credibilidade das rádios. A porcentagem de ouvintes que confiam na rádio para se informar saltou de cerca de 50% para 69%.

 
6. Crossmedia

Como já foi citado no item 3, as rádios têm perenidade em diferentes meios. Além da sintonia própria, elas estão no Instagram, Facebook, TikTok, Google, WhatsApp e presencialmente em eventos. Uma estratégia de marketing pode abranger os diversos meios, o que amplia a margem de sucesso de uma campanha e atinge o público de várias formas.
I
7. Segmentação

Assim como nas redes sociais, os ouvintes são um público conhecido pela emissora de rádio. Cada horário tem um estilo de pessoa conectado e isso impacta a forma que o contato é feito. Essa segmentação pode ser utilizada para personalizar o anúncio, tornando o investimento ainda mais preciso.


8. Proximidade 

Um diferencial das rádios é o contato íntimo com o ouvinte. Os locutores estão dentro da casa e da rotina de quem ouve. 

Essa interação não é uma via de mão única! Através das redes sociais, uma verdadeira conversa pode ser estabelecida, o que fortalece os laços e a confiança. Fazer parte desse meio é uma forma eficaz de fidelizar clientes.


9. Linguagem universal

Closeup of retro classic radio on wooden cooking table

Uma característica marcante da rádio é a linguagem universal, ou seja, alcança a todos. Além de não ter enrolação, pois o tempo é curto, a forma de falar é entendida por todas as classes sociais. Seja qual for seu público, os locutores falam a linguagem necessária para que a mensagem seja recebida com sucesso.

10. Qualquer hora, em qualquer lugar

Nada melhor do que poder alcançar seu público onde quer que ele esteja. Seja no horário do trabalho, na volta para casa ou no momento de lazer, as emissoras de rádio estão presentes no dia a dia das pessoas.

E aí, que tal aparecer na Nativa FM? Entre em contato com (47) 9 9709-0088 e faça sua empresa ter sucesso. 

Privacidade e cookies
X

Utilizamos cookies para ajudar a oferecer-lhe a melhor experiência no nosso site. Entretanto, ao continuar a utilizar o site sem mudar os parâmetros, estará concordando com o nosso uso de cookies. Ao usar o nosso site, está consentindo no uso dos cookies e também na nossa Política de Pricidade, a menos que os tenha desativado. Clique aqui para saber mais.